A IMPORTÂNCIA DAS 
UNIDOSES

Utilizamos unidoSes em 82% do nosso portefólio de produtos e há mais do que uma razão para isso:

folha-rosa

Reduzir o desperdício alimentar

folha-azul

Proporcionar Doses nutricionalmente equilibradas

folha-verde

Garantir uma maior frescura e qualidade do produto

PORQUE ESCOLHEMOS PLÁSTICO 
RECICLÁVEL?

Todas as unidoses dos nossos produtos são embaladas em plástico reciclável. Mas então porque utilizamos plástico?

  • Garante a qualidade e a segurança alimentares bem como a frescura dos alimentos
  • Permite que os alimentos tenham uma validade mais longa e, portanto, permite a diminuição do desperdício alimentar
  • Não existe substituto que permita uma alteração de material para outro qualquer

O plástico é um material com características especiais que, no caso do seu uso para embalagem de alimentos, permite uma conservação dos alimentos mais prolongada e com maior segurança alimentar. Isto acontece porque este material impede ou diminuiu (dependendo do tipo de polímero utilizado) a entrada de humidade e oxigénio na embalagem que são os dois principais fatores de deterioração dos alimentos.

A substituição por papel não é por isso possível uma vez que este material é poroso e permite a entrada na embalagem de elementos externos que danificariam o alimento.

Por outro lado, temos que ter em atenção a desflorestação. Ou seja, quanto maior for a utilização de papel mais árvores terão que ser abatidas e menos reservatórios de CO2 teremos para nos ajudar neste momento crítico que vivemos de alterações climáticas.

Esta é uma questão muito complicada que pode induzir o consumidor em erro. De facto, existem copos de papel, mas eles utilizam uma fina camada de plástico no interior para impedir que o líquido verta. O mesmo se passa com embalagens de produtos de longa duração que utilizam papel. Efetivamente utilizam papel, mas misturado com plástico o que torna essa embalagem não reciclável e por isso um desperdício imediato após a sua utilização.

Olhando para essas embalagens nomeadamente para os copos verá que existe um símbolo que indica que a embalagem não é reciclável e deve ser deitada no contentor de lixo comum.

UM COMPROMISSO 
COMUM

As nossas unidades produtivas são bastante eficientes. Dentro do sector de bolachas e bolos somos das unidades mais eficientes em Portugal no que diz respeito à emissão de gases de efeito estufa por tonelada de produto produzida.

Optamos por comprar matéria-prima a produtores portugueses sempre que possível. No caso da farinha de trigo, por exemplo, cerca de 30% do total consumido é proveniente de um agricultor alentejano.

Trabalhamos todos os dias para reduzir o desperdício alimentar, aliando a esse esforço doações regulares e também através da união a associações como a Unidos contra o Desperdício. 

IMPACTOS DO DESPERDÍCIO 
ALIMENTAR

A quantidade de alimentos desperdiçados anualmente permitiria alimentar centenas de milhões de pessoas que vivem sem comida suficiente. Para além disso existem outros pontos muito importantes:

folha-rosa

Emissões de co2

Sendo a agricultura um dos sectores que mais emite CO2 e metano para a atmosfera, qualquer alimento não consumido significa uma emissão vã destes gases.

folha-azul

transportes

Toda a cadeia de valor nomeadamente os transportes são emissores de CO2 que, mais uma vez, serão emissões vãs sempre que houver desperdício alimentar

folha-verde

embalagens

Todas as embalagens que salvaguardam a qualidade dos produtos tornam-se vãs sempre que houver desperdício aumentando os resíduos

quer diminuir a sua 
pegada ecológica?

Todos temos capacidade para melhorar a nossa pegada ecológica de forma significativa. Não falaremos aqui de questões ligadas ao transporte como a utilização de transportes públicos ou veículos elétricos, mas apenas e só ações que estejam ligadas ao consumo de alimentos. Então, como se faz para diminuir a pegada ecológica?

folha-rosa

Consumir de forma consciente

Muitas vezes isso significa consumir menos, mais moderadamente, o que também é bom para a nossa saúde

folha-azul

Diminuir ao máximo o desperdício alimentar

Através da utilização de partes de alimentos normalmente renegadas e através de compostagem

folha-verde

Escolher bem os alimentos e que compra

Preferir os produtos mais amigos do ambiente, por exemplo, através da escolha por produtos nacionais

Newsletter nutricional 

Unidos contra
o desperdício
alimentar e as alterações climáticas

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart